12 de março de 2009

Cheira bem, cheira a Primavera


Olá amigos. Mais um ia tão bonito. Já cheira a Primavera. Com ela, um dos insectos que vamos ver mais vezes é a borboleta. Embora nos dê sempre vontade de correr atrás delas e tentar apanhá-las, é importante saber que os animais são nossos amigos e, por isso não devemos esquecer, por mais bonito que a borboleta seja, que ela precisa de seguir o seu caminho e não nasceu para ser fechada em frascos ou caixinhas para se olhar para elas até que acabem por morrer.


As borboletas só voam
durante o dia e preferem
as horas de sol quente;
vão de flor em flor
chupando gotinhas
do néctar de cada
uma delas.

As borboletas põem
nas folhas ovos muito
pequeninos, como
estes que podes ver
ao lado, e de cada
um sai uma lagarta,
muito gulosa e
comilona que passa o resto
do tempo a comer as folhinhas à volta dela.

A lagarta cresce depressa e vai
trocando de "pele" várias vezes.
À medida que ela cresce, a pele
vai ficando para trás pois já não lhe serve.

Quando a lagarta já está grande
e gordinha, enrola-se toda e faz
um casulo à sua volta, onde fica
protegida enquanto muda de
forma.

Agora ela chama-se crisálida
e vai ficar lá dentro até se transformar
numa bonita borboleta!

Nessa altura, ela rompe o casulo,
estica-se para fora com o corpo
e as asas um bocadinho
encolhidas, mas num instante
começa a voar, como todas as outras, de flor em flor.

Livre... Sempre livre.

Autor
Ana Cristina Correia "O livro das 4 estações

Até já.

Sem comentários: