2 de agosto de 2010

Espécie de Tuareg

Olá abelhuscas e restantes amiguinhos,

Ser Abelh@ Mestr@ e assumir o compromisso de alimentar este espaço retira algum espaço tempo, mas é por uma boa causa e quem voa por gosto não cansa. O que cansa mesmo é este calor abrasador do deserto que é uma espécie de cola tudo ao corpo. Não é difícil imaginar como a vida é dura por estas paragens.

O turismo acaba por ser uma forma de mitigar muitos dos problemas destas populações que são hospitaleiras e que recebem com gosto. A procura de saber como é nos países de onde chegam os visitantes é uma constante. A todos procuramos responder com aquilo que sabemos e com a verdade de um povo com oito séculos de história. Tem sido muito interessante esta viagem e todos estas experiências. A fuga dos circuitos tradicionais é a mais valia que procuramos, viagem após viagem, alcançar em todas estas experiências.


Cansaço é o que não falta, mas vontade de conhecer também não, por isso, e por enquanto, vamos andando, umas vezes lento, outras rápido e outras mesmo muitoooooooo rápido. Nada a que uma Abelh@ Mestr@ não esteja habituada. Digo eu, que gosto de dizer coisas.



Até já.

Sem comentários: