3 de fevereiro de 2009

Correio. Corrrrrreeeeeeeeiiiiioooooo

Mais uma vez: o prometido é devido. Cá estou eu, a pedido deles, a contar a todos os amigos a grande, a enorme, a gigantesca alegria vivida hoje pelas abelhuscas. Nem sempre a Internet é favorável na escola e, por isso, tem de ser aqui em casa a conclusão das coisas. É pena, pois era a eles que cabia contar esta história e, estou segura, fariam isso de forma muito mais interessante do que eu. Posto isto, vamos ao que interessa.
Cerca das 14h00 as abelhas andavam atarefadas a produzirem. De repente ouviu-se alguém a bater à porta. Abrimos a porta e... era a Professora Ivone. Que surpresa e alegria. A Professora Ivone ia visitar-nos, que bom! A verdade é que o melhor ainda estava para vir. Ela, devagar, muito devagarinho... ... levanta a mão direita... ... e diz-nos que tem com ela uma carta para a nossa Turma. Foi o caos! ... as abelhas começaram a voar sem norte... gritavam, rodopiavam, sei lá! A alegria era contagiante.

Assim que conseguiram tocar na carta... todos criam abri-la, mas ninguém se atrevia. A alegria era tal que impedia os movimentos. Foi fantástico!.
Lá conseguiram as abelhuscas assumir de novo o controlo e sentaram-se para que eu abrisse a carta e fizesse a primeira leitura. Mas antes disso ainda fizeram questão de tirarem fotografias com todos a tocarem na carta.

Sentámos-nos e abrimos a carta. Eu, Professora Isabel, tive então o privilégio de ler às minhas abelhinhas a maravilhosa carta escrita por uma turma de meninas e meninos lindíssimos. estes pertencem à Turma 3.8 de Albufeira. Aqui ficam os seus nomes: a Carolina, o Oliver, o Farrell, o Zé Pedro, a Stephanie, a Elisabel, o Leonardo a Catarina a Beatriz Paulino, o Hugo, a Débora, a Diana, a Beatriz Oliveira e a Joana.
A Turma da Abelha informa os amigos que está mesmo muito feliz com a carta e também que a carta de resposta segue na 5ª feira, pois, apesar de já estar pronta, não existe disponibilidade para a irmos colocar no correio amanhã.

Sem comentários: