9 de janeiro de 2009


Depois da partida que me fizeram, obrigar-me a ir ao espaço, sinto-me na obrigação de explicar este assunto a todos os meninos.

Esta ida ao espaço já está muito perto. A nossa é virtual, mas a real está mesmo aí à porta. mais abaixo vamos dar conta dessa já quase realidade.

A nossa ideia é a de mostrar a todos os meninos a nossa terra e assim, contribuir para a sua protecção. Vamos a ver.

Como sabem todos podem ajudar a Turm@ d@ Abelh@ nesta viagem. Ao longo dos posts vamos lançando perguntas que podem ser respondidas para o mail da turma da abelha e que reproduzimos: turma.2007.2011@gmail.com . Aguardamos pelos contributos às perguntas já feitas e que podem ver nos posts anteriores.

Se o desejarem podem ganhar uma foto vossa no espaço. Escrevam e nós informa-mos o que devem fazer.


Aqui fica a notícia sobre as viagens espaciais.

O primeiro hotel no espaço deve abrir a partir de 2012 e ser o mais excêntrico (significa esquisito) da galáxia. Mas tornar ficção científica em realidade depende de 3.000 milhões de dólares dos investidores. A Galactic Suite ou SpaceResort permite dar a volta ao mundo em 80 minutos e ver o pôr-do-sol 15 vezes ao dia.
Claro que é caro. Ao alcance de todos – três noites de estada custarão 2,8 milhões de euros, incluindo 18 semanas de preparação física numa ilha tropical, onde a família também pode vir e haverá resort, museu e atracções alusivos ao espaço. Calcula-se que haja 40.000 turistas interessados, mas ainda só 38 reservaram pernoita no hotel orbital, criado pelo catalão Xavier Claramunt e a construir a 450km da Terra.
A base espacial privada terá até 22 quartos-cápsula acoplados, de sete por quatro metros, sem ângulos, com janelas para admirar o exterior e, ainda, zonas de dia e noite. No SPA flutuar-se-á numa bolha transparente de 20 litros de água e o WC terá gravidade zero. Prepara-se ainda acções lúdicas, científicas e físicas para desfrutar “lá em cima”.
O Galactic Spaceport Suite, primeiro aeroporto espacial comercial, está previsto para uma ilha das Caraíbas, onde a nave levita magneticamente e ganha velocidade na pista, possibilitando mais segurança e menor dano ambiental. Também neste projecto a esperança é a de ver a Terra do espaço e a esperança de que isso venha a estimular a protecção do planeta.

Bom Fim-de-semana para todos.

Sem comentários: